Saltar navegación principal
Estás em: Home>Conheça-nos>Notícias>As residências ORPEA obtiveram o certificado AENOR Portugal pelos seus protocolos perante a COVID-19

Actualidad

residências do Grupo ORPEA

As residências ORPEA obtiveram o certificado AENOR Portugal pelos seus protocolos perante a COVID-19

21/12/2020

Lina Sá Pinto, Diretora Financeira, de Qualidade e Serviços Gerais da LUSAENOR (AENOR Portugal), entregou ao Diretor Operacional de Portugal do Grupo Orpea, Frederico Vidal, a certificação de acordo com o Protocolo de atuação contra a COVID-19.

As residências do Grupo ORPEA em Portugal receberam no passado dia 17 de dezembro o "Certificado de protocolos de atuação contra a COVID-19" pela AENOR Portugal. Este selo valida os procedimentos e planos de contingência, que são garantia de segurança tanto dos residentes como dos trabalhadores de cada residência. A equipa de qualidade da ORPEA Ibérica garante diariamente o estrito e exigente cumprimento de todos os protocolos desenvolvidos para fazer face à contenção e propagação do vírus, o selo é o reconhecimento deste trabalho de segurança que está a ser realizado desde o início da pandemia.

Este processo de auditoria externa, efetuado aos centros da ORPEA Ibérica, responde ao compromisso firme e manifesto do Grupo na proteção e cuidado da saúde e bem-estar dos seniores e dos profissionais que os cuidam. Os excelentes resultados obtidos são consequência da aplicação exemplar das medidas de segurança e proteção desde o início da pandemia, bem como do admirável trabalho e envolvimento dos profissionais para a ótima implementação e o cumprimento rigoroso dos procedimentos preventivos.

Graças a tudo isto, a ORPEA tornou-se numa empresa de referência no setor, na luta contra a COVID-19 em Portugal.

Todos os aspetos certificados reforçam o desenvolvimento de todas as atividades de forma segura para os profissionais e para os seniores residentes nos centros ORPEA.

Os protocolos implementados nas residências, certificados pela AENOR Portugal, respeitam os critérios e recomendações das autoridades sanitárias competentes e permitem que os cuidados prestados sejam seguros e de qualidade.