Saltar navegación principal
Estás em: Home>Certificación>Administración pública>UNE 37120 Desarrollo sostenible en las ciudades
UNE 37120 Desenvolvimento sustentável nas cidades
UNE 37120 Desarrollo sostenible en las ciudades

UNE 37120 Desenvolvimento sustentável nas cidades

Soluções em certificação para as Smart cities: Indicadores para os serviços e qualidade nas cidades

A avaliação da conformidade da ISO 37120 de Desenvolvimento sustentado nas cidades, apresenta-se como uma ferramenta de benchmarking essencial para os territórios dado que estabelece uma série de indicadores de cidade para a sua transformação em Smart City, em relação a questões essenciais como a da governação, a económica, educativa, energética, meio ambiental, resíduos, finanças, etc.

A norma UNE 37120 aplica-se a qualquer cidade, município ou Administração local que leve a cabo uma medição do seu desempenho de uma forma comparativa e verificável, independentemente do seu tamanho e localização.

A avaliação da conformidade da ISO 37120 de Desenvolvimento sustentado nas cidades, faz parte de um grupo de ferramentas fundamentais desenvolvidas por especialistas em Inteligência em Territórios e Cidades, que contribuem para impulsionar os Territórios Inteligentes.

O conceito de Território Inteligente consolida-se como um dos elementos básicos das estratégias de inovação dos territórios, sendo uma prioridade nas estratégias da União Europeia no âmbito do Horizonte 2020. A Espanha posicionar-se-á como um país líder em inovação em relação aos territórios inteligentes, devido ao estabelecimento de enquadramentos de referência para o desenvolvimento da gestão dos territórios Smart, estruturando-se em torno das normas criadas no CTN 178 das Smart Cities, sendo este um ponto fundamental a considerar para atrair investimentos privados para os territórios, criar emprego e aumentar o PIB, a produtividade e a qualidade de vida.

A transformação dos territórios em inteligentes repercutirá no modelo de gestão das cidades em diversas áreas como as relacionadas com a transparência, a transformação digital, a mobilidade, a sustentabilidade e o desenvolvimento económico dos territórios, etc. Neste sentido, para um desenho correto das políticas públicas, é necessário efetuar uma antecipação dos problemas, pelo que a inovação deve funcionar como eixo transversal para proporcionar de novo soluções aos serviços públicos e aos serviços tradicionais.

A AENOR, através das avaliações da conformidade específicas para este âmbito, contribui para a estratégia de cidades e territórios inteligentes, ajudando a avaliar o grau de implementação daquelas medidas e ações que as identificam e caracterizam. 

 

Algunas de las normas más relevantes son: 

  • UNE 178303 de Open data.
  • Destinos Turísticos Inteligentes, de acordo com as normas  UNE 178501 e UNE 178502,
  • A avaliação das normas UNE 178201 e 178202, que estabelecem os atributos e requisitos para que uma cidade possa ser considerada como Cidade Inteligente.
  • A norma UNE 178303 de Gestão de Ativos da Cidade.
  • Também de grande importância para os territórios e cidades inteligentes, o desenvolvimento e avanço noutras normas como a UNE 178402 de Portos inteligentes e a UNE 178101 de Infraestruturas, entre outras.